Páginas

terça-feira, 23 de junho de 2009

Garimpando...

Estou pensando. Ô fase que nunca mais acaba.
Essa é uma daquelas. Também quem mandou brigar com o cupido.
Parece que agora ele só da flechada em corações bandidos, doidos, psicóticos. Medooo.

Esse negócio de metade eu abomino, porque sempre digo que só sendo inteiros vamos encontrar alguém dessa mesma forma para trilhar juntos o caminho que escolhermos.
Pensar em metades dá-se a impressão de alguém incompleto, ah sei lá, não gosto dessa idéia!

Mas gente fala sério! Cadê os homens de verdade?

Homens com H maiúsculo. Fortes, protetores, mas doces e gentis?

Ultimamente tenho percebido alguns tipos, e confesso que nenhum deles tem me animado.

Tem os compromissados.
Sejam namorados, noivos, casados. Esquece. Desse grupo eu to fora! Até olhando bem parece que são os melhores da lista que vou colocar aqui, mas “não façam com as pessoas o que não querem que um dia aconteça com você” e pode ter certeza de que se fizer, um dia farão com você também!

Tem os “ratos de academia”.
Put’s os caras tem uns corpos que “pelamor” seria uma delícia se a cabeça acompanhasse essa evolução, mas tenho certeza de que não. Comecei numa academia tempos atrás e só ia depois do almoço, porque não tinha quase ninguém, mas um dia inventei de ir a noite. Eca que nojo, os caras fazendo aquele esforço, olhando para os espelhos da academia, e vendo qual cara, ou melhor, careta, ficava melhor. To foraaa.

Tem os desesperados(também tem, pode acreditar).
Aquele cara que te vê e fala em compromisso serio, já conta da família, diz que ama namorar, e que a família que ele quer formar combina exatamente com você....blá blá blá ta, eu quero tudo isso, mas como assim? Quantos planos com alguém que nem conhece. Se quer tudo pra ontem, algo estranho está escondendo, e tudo que começa rápido demais, assim pode também terminar.

Tem aquele que não se enxerga!
Concordo que “gosto não se discute” “quem ama o feio, bonito lhe parece”. Mas tem gente que não vê a distância entre o Brasil e a Índia! Você está num barzinho, balada, e aquele “ser” vem falar com você, até aí tudo bem porque converso com todo mundo, não faço distinção entre bonito e feio para conversar, deixando até irritadas as minhas amigas que ás vezes me chamam de “miss simpatia” na balada. Agora conversar tudo bem, mas o “ser” sem noção, te chamar para sair, querer te beijar, já é demais!

Tem os lindos.
Aqueles que chegam até a ser chatos com as meninas, e faz você pensar que ele não sai com qualquer uma. Nossa que bom, é o cara perfeito, não é galinha, você sempre só o vê com os amigos, em barzinhos ou baladas. Fechou! Mas claro, tinha que ter algo mais nessa história! Tão lindo e perfeito, só podia ser gay!

Tem os bebês.

Que coisas mais fofas, quando se apaixonam por você, fazem de tudo, ligam, vão atrás, dizem que amam, e isso tudo na frente de quem quer que seja. Eles demonstram o que estão sentindo. Que delicia! Pena que são apenas bebês. Não dá!

Tem os “tios”.

Eles se vestem bem, falam até as gírias do momento, mas não cola. Dão muito mole pra você, mandam flores, ligam, fazem você se sentir mais que especial, mas basta um olhar atento para perceber que ele faz isso com mais 987 outras garotas. Que feio!

Agora pergunto, o que sobra?

Então, já percebi que isso é questão de fazer como o garimpeiro que passa muito tempo no rio, garimpando, garimpando, uma hora quando menos ele espera, uma pedrinha de ouro no meio de todo o resto!

Sou otimista e to fazendo a minha parte!

Vamos garimpar meninas?

Beijossssssssssssssssssss

"Fora" mais gentil.




Aiai estou com muita vontade de escrever, de desabafar, mas as palavras estão embaralhadas na minha cabeça!
Jamais posso reclamar da minha vida, tenho tudo de que preciso para viver feliz, mas estou sentindo uma ponta de tristeza.
Deve ser a tal TPM, só pode ser...

Estou eu aqui pensando...(isso acontece e muito...rs).

Engraçado, a algum tempo venho recebendo mensagens anônimas no meu celular, coisas estranhas, não identifiquei ainda quem é, mas pelo que escreve deve ser alguém que passou a muuuito tempo pela minha vida. Mas essa pessoa não se identifica e fica escrevendo frases muito complexas, tem hora que parece que gosta de mim, outras horas parece que sente algum ressentimento.

Cansei de tentar ligar e mandar resposta para pessoa dizer de uma vez quem é, mas nada. Quando ligo não atende, sempre mandando mensagens que muitas vezes não entendo.

Mas nesse sábado, jurei a mim mesma que mandaria mensagem pela ultima vez e disse para a tal pessoa se identificar, curiosamente recebi essa resposta: “pense...sou aquele que um dia você desprezou” put´s agora piorou a situação, e sem pensar muito disse numa outra mensagem: “ficou mais dificil, porque fiz isso com muita gente” !

E logo depois de clicar enviar, me dei conta do que aquela minha resposta significava. Puxa, me dei conta que um dia, ou melhor muitos dias na minha vida agi dessa forma com as pessoas.
E que coisa feia, senti raiva de mim mesma!

Gente ninguém é obrigado a ficar com quem não gosta, mas na hora de dizer ou fazer a pessoa entender isso, podemos agir de uma forma leve, sem precisar magoar, falando somente o necessário, sendo sinceros na “medida certa”.

Mas me veio também à mente uma situação vivida à não muito tempo. Um amigo me pediu em namoro. Sabia que eu tinha ficado sozinha, disse que criou coragem. Uma pessoa decente, mas nada além de um amigo. Como aprendi que devemos tratar as pessoas como queremos ser tratados, eu falei com ele, conversamos muuuuito e deixei tudo claro, disse que o queria como amigo, e que não queria perder a amizade dele por conta da minha resposta negativa.

Ele olhou bem para mim, pegou na minha mão e disse: “ Vi, esse foi o “fora” mais gentil que eu já tomei, adoro você e vamos sim continuar amigos”.

Nossa me senti tão bem, percebi que ele ficou triste, mas não a ponto de se sentir magoado comigo.

Mas as mensagens anônimas continuam chegando...quem será?

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Lembrança Boa!

Gente...fala serio... como alguem pode ainda ficar triste no fim de um namoro que teve um video desse? Só uma louca como eu mesmo...rs


Porque olha o tempo em que a pessoa passou pensando nas melhores fotos...tirando fotos de mensagens de celular, escrevendo coisas verdadeiras...todo esse tempo estive no pensamento dele...e foi tão bom o tempo em que passamos juntos que não posso simplesmente agora, ficar triste, acho que seria no minimo um não reconhecimento de bons momentos... tá, no final não estava tão legal por x questões...mas e daí?


Os melhores momentos é que tem que ficar na minha lembrança, e não pensamentos tristes...


Mas sou nova ainda, eu aprendo...rs



Momento TPM.



Recebi um texto agora de um amigo da faculdade. Gente nada a ver com ele, não sei quem foi o autor, porque sei que le é um cara bem casado e respeitador e só mandou para rirmos um pouco, mas a TPM.........
Li e reli o tal texto tentando entender o porque de alguém ter escrito algo tão “machista” e ao mesmo tempo verdadeiro. Ele ressaltava muitos motivos de porque o homem precisa de uma mulher em casa e de uma fora. Dizia que a esposa estava sempre reclamando dos problemas da casa e que a amante só tinha coisas bonitas para falar. Que a esposa dormia com aquele camisetão surrado e que a amante geralmente nua e abraçada a ele. Que a esposa telefona para falar de problemas ou pedir para ele passar no mercado, açougue, coisas do tipo ao contrário, a amante sempre só liga para dizer da saudade...etc..

E que só não valia a pena trocar a esposa pela amante porque essa viraria “esposa”.

Fiquei um pouco indignada lendo, talvez seja a tpm, talvez num outro dia qualquer eu apenas lesse e sorrisse, mas tenho que falar o que acho do assunto no momento.

Não é novidade para ninguém que isso acontece, conhecemos pessoas que traem aos montes, alias atire a primeira pedra quem nunca traiu ou pensou em trair. Sim porque traição abrange muita coisa, o que é traição pra mim pode não ser para outra pessoa. Mas quando li o texto me bateu uma raiva. Sim porque pra mulher também as vezes bate aquela sensação de querer mais, a mulher também quer um marido chegando todo dia sorrindo do trabalho, um homem que olhe pra ela com vontade, que diga coisas bonitas e excitantes ao invés de reclamar porque ela gastou em uma roupa nova.
A mulher depois de casada também quer e precisa ser cortejada, excitada. Também quer ir a lugares como o motel, ganhar uma lingerie bem sensual, receber carinhos provocativos do nada, porque só assim a chama da paixão (pode até diminuir com o tempo, isso é fato) não vai se apagar completamente.

Não vou entrar no mérito da amante porque cada um sabe onde o “calo aperta”...rs mas o que sei é que com certeza ninguém merece passar por essa situação de traição.
Já que o casamento não faz tanto bem, e tenho certeza de que a paixão também é necessária, porque não se separar?

Tá, trocar a esposa pela amante não é uma boa idéia? Então fique sozinho e namore. A moda agora não é ficar? Então fique, não crie expectativas nas pessoas que não serão vividas depois.

O casamento está banalizado, casa-se e descasa-se com uma facilidade muito grande.

O casamento não é uma instituição falida, as pessoas que usam esse discurso para agirem como bem querem. Acredita que o casamento é uma imposição da sociedade, dos pais? Não case então! Porque envolver uma outra pessoa por puro egoísmo, apenas para satisfazer a cobrança familiar?

O casamento é muito mais do que aparência, mas o casal deve ter os mesmos pensamentos, sobre o que acham dele. Porque se uma mulher que sabe o real significado do casamento se casar com um homem que pensa como esse cara que escreveu esse email, definitivamente viverão de aparência até darem de cara com um grande sofrimento. Isso é inevitável!

Eu particularmente, (como já fui casada) posso dizer que amo a vida de casado, apesar do meu casamento não ter dado certo, é muito bom.

Casamento é amizade:
Contar muito com a pessoa e ser sempre aquele em quem ela vai pensar quando tiver um problema ou uma festa.
Tem que ter muita brincadeira, (coisas de criança mesmo).
Rir de si mesmo.
Correr um atrás do outro.
Jogar água.
Fazer cosquinha...etc..

Casamento é paixão:
Com muito beijão na boca.
Com muito joguinho sensual.
Bilhetinhos excitantes.
Abraços com vontade.
Sexo sempre, e sempre com muita vontade!

Não existe uma fórmula para o casamento durar, mas existe uma coisa fundamental que é o respeito,
pensar nos sentimentos do parceiro e agir de forma digna!

Nossa, acho que dei uma viajada, mas é o que pensei no momento.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Imprevisibilidade Feminina




Um dia comum.
Hoje não estou triste, mas também não estou morrendo de felicidade.
Estou num dia qualquer.

Mas como assim se não gosto de nada morno?

É... as vezes o sentimento de vazio toma conta sim. Tem dias que olhamos em volta e percebemos que a única coisa que iria nos fazer ter aquele sentimento gostoso, rir a toa, é a única coisa que não vai acontecer.

E o que fazer contra a certeza de que por mais que queiramos algo, uma situação, alguém, não iremos ter?
É... será que se conformar seria a coisa certa a fazer?
Será que adianta querer?

Acho que o certo é esperar, amanha tudo passa, tudo se ajeita, tudo fica mais fácil. O tempo sempre está do nosso lado, seja de uma forma não tão boa, ou de uma forma positiva, quando conseguimos de fato seguir adiante quando um caso de amor acaba bruscamente e a ficha demooora a cair.

Olhando da forma que estou enxergando, me sinto as vezes, como um mendigo, que se contenta com miseras moedinhas recebidas, um pão com manteiga frio, ou um copo de leite feito as pressas por alguém, que sequer tem tempo para se importar com ele, mas que, como foi pedido, foi dado.

Mas porque também, essa mesma pessoa vem e diz coisas que confundem, e me tiram a razão?

Não da mesmo para entender o ser humano. Amanha sei que também vou estar pensando de outra forma, posso acordar cantando, posso entrar num curso novo, posso passar a tarde toda no cabelereiro, ou posso nem sequer levantar do sofá e ficar o dia todo vendo minhas series policiais preferidas.

Então me dou conta do quanto imprevisível eu sou. Alias é ate que bom ser assim, porque posso estar acabada num dia, mal mesmo, mas com certeza absoluta no outro eu acordo muito bem e nem me lembro dos pensamentos ruins que tive no dia anterior.

Ah os hormônios fazem isso com a gente. Enquanto os homens são racionais, previsíveis, e mantem sempre um padrão, nós mulheres, somos TOTALMENTE imprevisíveis, somos emoção, coração, vivendo os dias como se numa montanha russa estivéssemos, com muitos altos e baixos. Alegrias e choros se misturam com muita facilidade, tudo é muito intenso, tudo é muito forte. Tudo é pra ontem, sentimentos se misturam, queremos ajudar quem gostamos e nos envolvemos nos problemas das amigas, se ela sofre com algum cara, ele vira nosso inimigo declarado, tomamos as dores, sim.

Mas também esquecemos fácil de uma briga, de uma discussão, de coisinhas bobas...

Hein? eu te falei isso ontem? ah me desculpa!

Que delicia ser o sexo frágil, sim, essa história de feminismo, pra mim, não dá!
Somos verdadeiramente mais frágeis, quero ser cuidada sim, quero falar mansinho com o amor da minha vida, quero as vezes fazer manha...isso esta em mim.

Que delicia ser mulher!


terça-feira, 16 de junho de 2009

Boas Lembranças.

Nossa to eu aqui,
chorando como uma criança (alias como sempre),
encontrei esses videos e me lembrei mto da minha infância,
pq cresci ouvindo músicas do Pe Zezinho...
q delícia lembrar do meu tempo de criança...



video

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Psicopatia

Engana-se quem pensa que o psicopata é só aquele
que mata. Não é assim... Sempre muito amigo! Sempre vítima!
A maioria são só perfeitos manipuladores,
sem traços de agressividade!

Olho aberto!





Dia das Mães




Fui mãe muito nova, aos 16 anos e confesso que não sabia direito o que estava fazendo, pra mim era como brincar de boneca. Apesar de grandona, eu era uma criança ainda e não queria responsabilidades tão grandes como criar um filho. Fazer foi fácil e gostoso, mas não imaginávamos o que estava por trás daquela gostosa brincadeira.

Mas também como aprendo muito com meus "erros" aprendi a ser uma boa mãe, hoje posso dizer que ainda erro, mas também, melhoro a cada dia!

Essa foto a Manú acabou de me trazer da escola, foi desse último dia das mães, uma festa que me emociono toda vez, porque estou viva e agradeço a Deus por poder estar presente todo ano.

Nesse ano foi diferente, começou em sala de aula, fui a primeira mãe a chegar e a Manú me recepcionou com um abração assim que apareci na sala dela. Todas as crianças me olharam e ela não desgrudou de mim um segundo. As mães foram chegando logo depois de mim e quando todas estavam na sala, a professora pediu para que um aluno lêsse um texto, a Manú se levantou e foi la na frente.

Imaginem a corujisse ja preparei o celular e filmei.

Quase no final da leitura, vieram chamar a todos para irmos ao pátio, a professora até que tentou interromper a leitura, mas a Manú fez que não era com ela e continuou até o final, aliás e que final! Ela simplesmente levantou os olhos do livro olhou bem para a classe toda e disse a última frase de um jeito que acho que nunca mais vou esquecer, ela estava lendo sobre uma criança q perguntava para Deus antes mesmo de nascer quem cuidaria dela aqui na terra, olhando para todos ela disse:

"E Deus disse: Chamarás esse anjo de MÃE!"

Todos bateram palmas e assim fomos ao pátio.

Tentem imaginar o meu orguho!

sábado, 13 de junho de 2009

A Porta ao Lado.






Em entrevista dada pelo médico Drauzio Varella, disse ele que a gente tem um nível de exigência absurdo em relação à vida, que queremos que absolutamente tudo dê certo, e que, às vezes, por aborrecimentos mínimos, somos capazes de passar um dia inteiro de cara amarrada. E aí ele deu um exemplo trivial, que acontece todo dia na vida da gente.

É quando um vizinho estaciona o carro muito encostado ao seu na garagem (ou pode ser na vaga do estacionamento do shopping). Em vez de simplesmente entrar pela outra porta, sair com o carro e tratar da sua vida, você bufa, pragueja, esperneia e estraga o que resta do seu dia.

Eu acho que esta história de dois carros alinhados, impedindo a abertura da porta do motorista, é um bom exemplo do que torna a vida de algumas pessoas melhor, e de outras, pior. Tem gente que tem a vida muito parecida com a de seus amigos, mas não entende por que eles parecem ser tão mais felizes. Será que nada dá errado para eles?

Dá aos montes. Só que, para eles, entrar pela porta do lado, uma vez ou outra, não faz a menor diferença. O que não falta neste mundo é gente que se acha o último biscoito do pacote.

Que "audácia" contrariá-los! São aqueles que nunca ouviram falar em saídas de emergência: fincam o pé, compram briga e não deixam barato.

Alguém aí falou em complexo de perseguição? Justamente. O mundo versus eles.

Eu entro muito pela outra porta, e às vezes saio por ela também. É incômodo, tem um freio de mão no meio do caminho, mas é um problema solúvel.

E como esse, a maioria dos nossos problemões podem ser resolvidos assim, rapidinho.

Basta um telefonema, um e-mail, um pedido de desculpas, um deixar barato.

Eu ando deixando de graça, para ser sincero. Vinte e quatro horas têm sido pouco para tudo o que eu tenho que fazer, então não vou perder ainda mais tempo ficando mal-humorado.

Se eu procurar, vou encontrar dezenas de situações irritantes e gente idem, pilhas de pessoas que vão atrasar meu dia.

Então eu uso a "porta do lado" e vou tratar do que é importante de fato.

Eis a chave do mistério, a fórmula da felicidade, o elixir do bom humor, a razão porque parece que tão pouca coisa na vida dos outros dá errado

Pense nisso... E prepare-se para uma nova vida.

Casamento!

Stand up comedy de Rafinha Bastos


Dia dos Namorados/2009






Gente, ontem dia dos namorados, se nao tivesse sido tão cômico seria trágico,
ou, sei la, mesmo sendo trágico, foi cômico!

Combinamos entre algumas amigas de nos reunirmos aqui em casa para fazer o clube da Luluzinha, ja que nesse dia, estamos todas solteiras.

Mas detalhe, a coisa tomou tamanha proporção que quando nos demos conta, percebemos o tantooo de amiga solteira que temos...

Não preciso nem dizer q foi divertido, todas as conversas giravam em torno do dia em questão, bebemos mto (eu só refri...rs), demos muiiita risada, lembramos de histórias vividas por nós, inclusive a da Tamny que foi "esquecida" na balada(mas isso eh assunto p próximas postagens).

A Verônica nos contou que deixou o "santo Antonio de cabeça mergulhada na agua, mas que ficou com medo da ira do santo casamenteiro e que o tirou da agua e apenas o virou de costas.

Lembramos tambem do dia dos namorados doi ano passado, aiai, abafa.

Ah e hoje tem procissão a tarde(né meninas!) e imaginem que muuuuiiiita mulher vai, mas será que vai homem na mesma proporção? Acho que não, mas "a esperança..." rs

De repente um assunto começa entre duas, e aos poucos foi se tornando o interesse de mais e quando percebi, estavam falando de uma "simpatia" para arrumar um namorado decente:

A Fer dizia que era para "pegar uma faca e enfiar numa bananeira, e fazer o pedido" foi instantaneo, quase que todas olharam ao mesmo tempo em volta "varrendo" os olhos pelo quintal, procurando a coitada da bananeira!

Caimos na risada. Mas era sério, a Giovana disse que na casa dela tinha bananeira e ja imaginei a cena, toda a mulherada entrando de fininho na casa e enfiando cada uma a sua faca na tal bananeira, no outro dia pela manha a mãe dela indo ao quintal e sem saber de nada encontra assassinada friamente a bananeira com 598 facadas...kkkkkkkkkk mais risadas, mas percebi tambem que isso iria acontecer de qualquer jeito, com alguma bananeira aquela noite.

Mas o importante é que estamos sozinhas por opção própria, somos lindas, cheirosas, ótimas companhias e se passamos o dia dos namorados fazendo o clube da Luluzinha, significa que está em falta de homem de verdade no mercado, mesmoooo.

(Em breve, aqui fotos dessa noite.)

terça-feira, 9 de junho de 2009

Insubstituíveis II

Como disse no texto anterior, as pessoas são insubstituíveis?

Claro que depende!

Sempre quando vemos crianças sendo maltratadas, abusadas ou mortas, nos emocionamos, ficamos realmente comovidos, pensamos o que ela deve ter sofrido e o quanto será dificil para a familia dessa criança superar, principalmente se houve morte.

E vemos como esse assunto está se banalizando, haja vista, a quantidade de monstruosidades que a cada dia surgem na tela da nossa t.v., e o pior cada dia a maldade parece que toma proporções cada vez maiores, nos deixando cada vez mais perplexos e com medo.

Mas é até engraçado, se não fosse trágico, que quando ouvimos que "homem foi morto a tiros", não nos causa tanta comoção, ou medo, ou repulsa.

Parece que estamos nos acostumando a maldade de tal forma, que "homem morto a tiros" não choca tanto. E deveria, porque esse homem é pai de alguém, é filho de alguém, tem uma esposa, namorada. Mas não conseguimos enxergar o que está por trás da manchete.

Agora imaginem se este homem tivesse um nome, um rosto e esses fossem-nos familiar. Ah aí tudo mudaria, não seria mais uma simples manchete que não nos toca. Aí seria "A manchete".

Porque nos tocaria e nos machucaria de uma forma intensa, porque sim Somos Insubstituíveis!

Nossos amigos são insubstituíveis. Nossa família, nem fale, não gosto nem de pensar.

Cada ser humano é único, e fará falta e será lembrado, chorado e sofrido se alguma coisa acontecer.

O meu medo é me acostumar com as manchetes. O meu medo é pensar: tinha que acontecer. O meu medo é deixar esse sentimento de conformismo me abater.

É facil ser conformado enquanto a tragédia não nos toca, espero que não nos toque nunca!

Um beijo

E que Deus nos proteja e proteja a quem amamos!

Insubstituíveis

Pessoas são insubstituíveis?
Depende!

Claro que em se tratando de um mundo capitalista, onde quase tudo gira em torno do dinheiro,
as pessoas são facilmente substituiveis.

Aquele trabalho em que você se dedica ao máximo, faz muitas vezes, além do que lhe cabe fazer, faz até o que cabe ao outro, simplesmente porque gosta do que faz, ou porque em época de crise é sempre bom se mostrar dinâmico, prestativo.

Entra antes do seu horário de almoço terminar, e sai tantas vezes depois do expediente.

Não, você não será reconhecido! Naquela hora de demitir alguem, poderá ser você sim. E vai se perguntar porque, se fazia das tripas coração e se arrebentava para a empresa ganhar, sim porque a empresa se dando bem, os funcionários também se dão ne? Nem sempre!

Mas mesmo correndo o risco de isso vir a acontecer, vale a pena. Porque sendo da forma correta, você não corre o risco de ser exatamente como querem que você seja, ou como "te levam" a ser. Seja exatamente como o seu coração quer que você seja. Seja bom, honesto, faça o que gosta, ou goste do que faz.
Se o seu trabalho não te agrada, se esforce e consiga um que vá te agradar.

Faça com amor. Faça da melhor forma que você puder!

Seu chefe pode não te dar valor. Seu chefe pode não estar vendo seu esforço, mas tenha certeza de que Deus está!

Um ótimo dia!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Santa idiotice!!!

Vamos Transformar o Sofrimento numa Ponte?

O sofrimento não é determinante,
não é definitivo...
É passageiro!
É bom perceber que Deus nos convida a ir além!
VAMOS???


Idolatria e veneração, coisas diferentes

Amei ouvir o padre Fabio dizer que adorar imagens é idolatria!
Mas também concordo com ele quando ele diz
que as imagens dos "santos" são apenas setas,
podendo ser admirados, mas nunca idolatrados!
Penso eu que quando admiramos uma foto e a colocamos na parede, e sempre olhamos para ela é sinal de que admiramos a pessoa que está nela, mas não dá para confundir isso com idolatria.
não tenho esse costume, mas quem admira algum santo pela história que este teve, deve ser respeitado e saber a diferença entre venerar e idolatrar!
um beijo!


domingo, 7 de junho de 2009

Faz um Milagre em Mim

Entra na minha casa,
Entra na minha vida!

Sem Deus não somos nada!

OBRIGADA MEU PAI!!!




Porque

ESSE TEXTO EU RECEBI POR EMAIL DE UMA AMIGA,
A VERÔNICA E ESTOU COMPARTILHANDO COM VOCÊS!!!









O mais difícil de entender quando os amores acabam, são os porquês. Porque duas pessoas que se encontraram e se encantaram, viveram um amor que parecia indestrutível, se separam?

Por quê o amor geralmente acaba de um lado só e é o outro que fica chorando e querendo entender as razões? Costumo comparar casais a chave e fechadura. Nem toda chave abre todas as portas e é necessário encontrar aquela exata que vai se encaixar perfeitamente e tudo será possível.
Amores deveriam ser eternos, mas nem sempre são.

Mas a gente acredita que cada vez que alguém toca nosso coração e entra, que é definitivo. Um casal que se apaixona de início, sem que um tenha tido o tempo de desnudar o outro nas suas verdades, acredita nessa chama e até briga por ela muitas vezes.

E cria-se sonhos, planeja-se o futuro… Enquanto isso os dias vão passando, toma-se menos cuidado em manter a magia e a parte dos dois que é mais sonhadora começa a sentir-se incomodada. Dá medo. Medo de ter que olhar bem nos olhos da realidade e dizer: acabou!

Medo de ter que se confessar a si próprio que ainda não foi aquela vez! Medo da solidão, de ter que recomeçar… Não são as decepções que matam o amor. Se assim fosse, não existiriam perdões e reconciliações. O que mata o amor é simplesmente a tomada de consciência de que o outro não é o ser sonhado. É como acordar depois de um longo sono e lindos sonhos. O outro está ali, é a mesma pessoa, mas aquela neblina que dava a impressão de irrealidade já não mais existe. E isso não acontece da noite para o dia, como se costuma pensar.

É algo que vem com os dias, os hábitos, as monotonias. Um percebe, o outro não. Um começa a se sentir angustiado e o outro continua acreditando ou finge que acredita. E quando a gota que faz transbordar o vaso chega é o mundo todo que desmorona.

Porém, tudo não fica definitivamente perdido. Sobra de um lado a dor, e os porquês, um resto de amor que teima em ficar no fundo como o vinho envelhecido na garrafa e do outro o coração dividido por não poder reparar erros cometidos e a vontade de continuar em busca de outros horizontes. Sobra para os dois a ternura e a lembrança dos momentos passados juntos.

Por que corta-se relacionamentos, mas não se apaga momentos, mesmo que a gente queira. Vivido é vivido, feliz ou infelizmente. Inútil é querer resgatar um amor que resolveu partir pra outras direções. Quanto mais apega-se, mais ele se afasta. E quanto mais se afasta, mais dói no outro a incompreensão. É uma roda da qual é difícil de sair. E é uma pena, pois os corações não merecem isso.

Quando a questão é amor, não existe justo ou injusto. Existe o que ama, e o que não ama mais. Precisamos aceitar que o outro não tenha os mesmos sentimentos, mesmo se isso nos faz mal, por que se o amor não for livre para se instalar onde realmente deseja, ele perde toda a razão de ser.

Sobre os homens.

O que Oprah Winfrey tem a dizer sobre os homens.

-Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe.

-Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.

-Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.

-Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.

- Pára de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.

-Mais devagar é melhor. Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre um que realmente te faz feliz.

-Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia, "foda-se, mande pro inferno, esquece!", vocês não podem "ser amigos". Um
amigo não destrataria outro amigo.

-Não conserte.

-Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo. Não continue (a relação) porque você acha que "ela vai melhorar"

-Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.

-A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.

-Evite homens que têm um monte de filhos, e de um monte de mulheres diferentes. Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?

-Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.

-Coloque limites no modo como um homem te trata. Se algo te irritar, faça um escândalo.

-Nunca deixe um homem saber de tudo. Mais tarde ele usará isso contra você.

-Você não pode mudar o comportamento de um homem. A mudança vem de dentro.

-Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você... Mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.

-Não o torne um semideus.

-Ele é um homem, nada além ou aquém disso.

-Nunca deixe um homem definir quem você é.

-Nunca pegue o homem de alguém emprestado..

-Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.

-Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate.

-Todos os homens NÃO são cachorros.

-Você não deve ser a única a fazer tudo... Compromisso é uma via de mão dupla.

-Você precisa de tempo para se cuidar entre as relações. Não há nada precioso quanto viajar. Veja as suas questões antes de um novo relacionamento.

-Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar... uma relação consiste de dois indivíduos completos.. Procure alguém que irá
te complementar. Não suplementar.

-Namorar é bacana. Mesmo se ele não for o esperado Senhor Correto.

-Faça-o sentir falta de você algumas vezes... Quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele - ele se
acha...

-Nunca se mude para a casa da mãe dele. Nunca seja cúmplice (co-assine) de um homem.

-Não se comprometa completamente com um homem que não te dá tudo o que você precisa. Mantenha-o em seu radar, mas conheçam outros...

-Compartilhe isso com outras mulheres e homens (de modo que eles saibam). você fará alguém sorrir, outros repensarem sobre as escolhas, e outras
mulheres se prepararem.

-O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas: Dr. Phill

-Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.

-Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não foi o único.

-Todos eles estão te olhando, então você tem várias opções. Faça a escolha certa

BOA SORTE!!!

Paixão

Nossa!
Tanta coisa para escrever, tanta coisa para falar e confesso que não estou encontrando tempo para isso.
Adorei a idéia do blog, mas estou estudando tanto que sinceramente não está sobrando espaço para pensar e escolher um assunto para escrever...rs
E surpreendentemente isso tem a ver com a paixão!

Sei que parece agora que não tem nada a ver, mas vou explicar.

De um tempo pra cá eu mudei muito a minha forma de pensar e agir.

Tudo que me disponho a fazer hoje, faço com paixão. Até coisas chatas que a primeira vista nos parece bobo, sem propósito, tenho a certeza de que não nos apresenta a toa.

Aquela matéria chatissíma na facu, onde pensamos PRA QUE se entusiasmar porque JAMAIS vamos usar pra nada, acreditem: um dia poderá precisar justamente dela! (experiência própria)

Falo da paixão porque, se fazemos as coisas com paixão, não temos nada a perder, somente a acrescentar, agora se fazemos as coisas "meia boca", podemos um dia precisar sim, aí vamos ter que "correr atrás do prejuízo", como estou fazendo agora!

Na verdade, em 5 anos de faculdade, não levei muito a sério, tinha uma idéia fixa, queria ser Delegada de Polícia! E por conta de que nessa época de faculdade eu não fazia com paixão as coisas nas quais eu não me simpatizava muito, deixei matérias muito importantes passarem por mim quase que batido, não me aprofundando, estudando somente o necessário para passar na prova.

Em dezembro de 2006 eu me formei, junto com a descoberta de um fato que mudou a minha vida a partir dele.(contarei aqui um dia)

Desisti de ser Delegada de Polícia, mas para o que escolhi hoje, preciso justamento do conhecimento daquelas matérias em que eu estudava somente para passar na prova!

Por isso percebi, que a paixão não existe, ou tem que existir, somente entre um homem e uma mulher, a paixão tem que existir em tudo o que nos colocamos a fazer.

Quero fazer diferente, quero fazer bem feito, quero aprender coisas novas com o mesmo entusiasmo de uma criança quando está aprendendo tudo pela primeira vez. Tudo é importante, tudo tem um valor que MUITAS vezes só o damos quando "aprendemos" da pior forma possível!

UM BEIJO E UM ÓTIMO DOMINGO!

E MUITA PAIXÃO NA VIDA DE VOCÊS!!!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Tem muitas Ivones por aí.








Gente que medo, comecei a me dar conta de que existem muitos psicopatas como a Ivone (de caminho das indias, sério, inclusive eu conheci uma, tive esse desprazer.

Do nada ficamos "amigas" e como tenho o costume de confiar nas pessoas, não percebi nada alem de uma pessoa carente e precisando de uma amiga. mas hoje consigo me fazer a pergunta que deveria ter feito na época: pq será que a pessoa não tem amigas???

Ela vinha na minha casa todos os dias, sempre me trazendo presentes, na verdade ela parecia sempre preocupada se eu precisava de algo, se eu tinha comido, ate flores ela me mandou um dia em que eu estava super triste.

Então como desconfiar de uma pessoa com tantos prestimos para com a gente? Impossível.

De repente começamos a contar nossas intimidades uma para a outra, tipo "melhores amigas desde a ontem".

Fiquei super mal quando ela me contou que o marido batia nela, mas coooomo se na minha frente ele a tratava tão bem, dava tudo que ela queria, vivia abraçando, tentando beijar (sim pq ela não queria), não saía de casa(sonho de todas as mulheres), e a elogiava muito também. Eu ficava com muita pena quando ela vinha chorando em casa no meio do dia, dizendo que se sentia uma prisioneira e que estava cansada de apanhar, que queria que eu a ajudasse. Mas o q eu poderia fazer, perguntei, e ela de pronto me pediu pra ensiná-la a entrar no msn, orkut(eca), para distrair e a bobona aqui ao inves de farejar uma (vaga%#@%¨&*)encrenca. Confesso que fui muito ingênua mesmo. Mas ela chorava de verdadeeeeee.

Primeiro conheceu um amigo meu do orkut, vou chamá-lo de Pedro, nossa eu imaginei que ela tinha se apaixonado de verdade, fiquei com medo, mas continuei ouvindo suas lamurias e acreditando em suas mentiras. Não fiz nada p ajudá-la a sair com o Pedro, mas a ouvia ligando p ele, dando presentes, cartas etc. etc. etc., mas o cara irredutível, não quis sair com a vaga@#$%¨&, que vou chamar carinhosamente de Ivone.

Muitas tentativas e presentes em vão ela tadinha, sem querer, começou a se envolver com um vizinho da gente, mas esse "macaco velho" que é, nem se entusiasmou com perfumes importados e wisks entre bichos de pelúcia e cartões, ja disse na lata: nao quero seus problemas, com você só quero motel!!! Ela caiu fora e disse para mim que queria alguém que se importasse com ela para poder trair o (c*$#@) marido, que a essa altura eu já começava a simpatizar e ver que não era bem verdade toda aquela estória, mas segui sendo amiga e disse que nao queria me envolver, mal sabia eu que estava vendo só a ponta do iceberg.

Como de costume ela buscou entre meus contatos do orkut um amigo, um cara diferente dos outros dois, um amor de pessoa, sensivel, preocupado, gentil, mas homem, então ja imaginam, combinaram de se conhecer e sair.

Nossa, a depressiva em que a Ivone tinha se tornado,se transformou. Muitos presentes, todos os dias tinha que comprar algo para ele,até dinheiro ela colocava na sacola do presente, sem dizer que tudo comprado com o dinheiro do marido, que chamarei carinhosamente de Raul. E creditos no celular então?

Por vezes eu dizia para ela gastar o dinheiro do Raul com ela mesma, mas não adiantava ela queria comprá-lo. De repente o amante, que vou chamar de Matias, perdeu o encanto e não queria mais sair com a Ivone(mto pegajosa), e queria dar um fim, mesmo com todas as regalias possíveis, mas o cara era decente e resolveu que nao queria mais nada com ela. Eu ja vi muitos loucos na minha vida, mas do jeito que eu vi essa coitada foi a primeira vez. Ela chorava, ameaçava, dizia que ia tomar remedios, se matar etc., foi UM DEUS NOS ACUDA, tive pena porque vi o sofrimento estampado na cara dela, e como ela me pediu eu fiz:

Liguei pro Matias e pedi por favor para ele ir conversar pessoalmente com ela, ela só queria terminar pessoalmente, ele disse que só iria porque eu estava pedindo e que como iria pro trabalho direto ia de uniforme, detalhe ele é policial militar. Bom entraram os dois no motel, estão conversando, Matias nem sentar quer, quando que um estrondo acontece e a porta do motel vem abaixo, era o c@#$% Raul, com toda sua fúria, será que desta vez tomaria ele uma atitude?

Resumindo os tristes fatos: o Matias ficou alguns dias preso no quartel, porque estava fardado, eu passei como a corrompedora de casamentos, a que iludiu, a que a levou a fazer isso tudo, e a vagab%¨&$* ganhou um carro novo do maridão e com certeza vai aprender a lição: jamais confiar numa vizinha sem carater e que tentou levá-la para o mal caminho, EU.

Ai ai cada um acredita no que quer, mas hoje que posso ver a situação de fora, vejo o quanto fui enganada, o quanto ela entrou na minha vida para ter uma "idiota" para por a culpa se algo desse erradO, e como sempre coisa errada da errado, minha orelha queima, toda vez que passo em frente a cada da Ivone.

Ah mas tem mais, já ouvi dizer que a Ivone não sossegou o facho, coitado do Raul, deve ter tomado cachaça no cálice sagrado ou passado roupas na tábua dos dez mandamentos!






Pe Fabio Melo




Que bom que Deus nos da oportunidades na vida de conhecer pessoas como o Pe Fábio, inteligente, poeta, não é simplesmente um padre pregando o que a igreja manda, mas ele prega como Jesus orientou e consegue transmitir tudo com muito amor!

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Carência




Atire a primeira pedra quem nunca mudou alguma coisa por um homem.

Pode ser uma mudançazinha, básica, ou pode ser radical.

Mudanças como gosto musical, time, círculo de amizade, roupas, lugares onde comem, parece insano falando assim ne? Muitas vezes nem nos damos conta, quando vemos, ja somos outra pessoa.

Mudamos horários, mudamos a rotina, tudo gira em torno dos horários e gostos do cara, acho que isso passa a vontade de agradar, isso é pura carência!

Vê-se isso pelas comunidades do orkut "SOU PRA CASAR" e tantas outras que estampam as carências femininas a quem quer que esteja disposto a enxergar.

Atualizações de perfil, quase que de hora em hora, "HJ ESTOU SEXY" "ESTOU SUUUUPER FELIZ", frases de efeito no msn, isso é muita carência gente.

fora desses sites a algum tempo, menos do msn, pq tenho q fofocar com as amigas e pelo telefone ta caro...rs mas orkut, nem pensar me faz mal.

E por que raios depositamos toda nossa possibilidade de ser feliz nas mão do outro? Porque para estarmos bem e com um humor de causar inveja, tem que estar tudo mto bem obrigada no nosso namoro, caso casamento etc.? Temos que aprender a ser felizes e estarmos bem com a gente mesmo pra depois estar bem com outra pessoa.

Podemos sim, lindas e sozinhas ser felizes, rir com as amigas, fazer coisas que nos dê prazer, sem necessáriamente ter um homem envolvido!

Agora porque será que criei esse blog???

Carência puraaaa.